Cuiabá, MT - - 16 de Agosto de 2018

Reajuste de 42% é autorizado para peritos e legistas no Amazonas
19/02/2018 / 838:59:59
  

 Um reajuste salarial de 40% foi autorizado para peritos criminais no Amazonas. O anúncio do Governo ocorreu nesta sexta-feira (12), dia em que a categoria pretendia fazer paralisação por melhores condições de trabalho e salário.

Nesta manhã, uma assembleia, a portas fechadas, foi realizada entre a categoria e o governo na sede do Instituto Médico Legal (IML).

De acordo com o Sindicato dos Peritos Oficiais do Amazonas (Sinpoeam), um dos principais assuntos da assembleia foi o aumento. Há cinco anos a categoria não recebe reajuste.

Um perito no Amazonas em início de carreira, por exemplo, recebe pouco mais de R$ 8.100. Já em Brasília o salário chega a ser de R$ 16 mil.

"Nosso salário fica em vigésimo lugar no ranking brasileiro. O governo fez reajuste em diversos setores e nos deixou de fora. Salários defasados e péssimas condições em um prédio condenado pelos bombeiros”, disse Viviani Pinto, presidente do Sinpoeam.

Na assembleia, o governo apresentou uma proposta de reajuste de 40%. Por decisão unânime, os peritos aceitaram a proposta.

O governo disse também que o prédio do Instituto Médico Legal vai passar por adequações nos próximos dias e há proposta de digitalização dos processos de registro ainda este ano.

 
Autor: G1AM
 
Untitled Document
Politec foi deixada de lado, diz Sindicato
Data: 06/06/2017
| Ver todos os videos |
Nosso Facebook