Cuiabá, MT - - 15 de Outubro de 2018

Peritos realizam extração de dados de computadores de empresas suspeitas de sonegação fiscal
08/08/2017 /
  

Cinco peritos criminais da Gerência de Perícias em Computação Forense da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) participaram da Operação Retentum, deflagrada pela Polícia Civil na última sexta-feira (04.08). Os peritos fizeram a extração dos dados de computadores das empresas alvos da operação, no local, e os enviaram para análise da Defaz.

A ação buscou apreender documentos, livros fiscais, cópias de informações constantes em computadores e outros dados que levem a quantificar a sonegação de impostos de Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) devido ao município de Cuiabá.

De acordo com a Defaz, a ação ilícita consistia com a emissão de notas fiscais falsas, com o uso da mesma numeração, porém com código de autenticidade, descrição de serviços, valores e datas diferentes, emitidas para contribuintes diversos.

O trabalho tem como objetivo combater com a sonegação de tributos, considerando que a arrecadação e a correta utilização dos recursos públicos são de fundamentais importância para a prestação de serviços básicos para a população como saúde, educação, segurança e limpeza pública.

A operação contou com a participação de quatro delegados, quatro escrivães, 12 investigadores, quatro auditores fiscais da Prefeitura Municipal de Cuiabá, cinco peritos da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), além do apoio do Ministério Público local.

(Com informações da PJC-MT) 

 
Autor: Assessoria/ Politec-MT
 
Untitled Document
Politec foi deixada de lado, diz Sindicato
Data: 06/06/2017
| Ver todos os videos |
Nosso Facebook